Multas: conheça as mais comuns e saiba como evitá-las

As infrações ao volante muitas vezes resultam em multas de trânsito comuns, porém, elas podem trazer uma série de problemas aos motoristas e as empresas.

É preciso conhecer o Código de Trânsito Brasileiro para saber o que se pode ou não fazer ao volante e evitar as penalidades quando ocorre o descumprimento da legislação.

Multas de trânsito mais comuns

Alguns dos erros cometidos pelos motoristas são mais frequentes e isso faz com que a quantidade de multas aplicadas a uma determinada situação seja bastante alta. Conheça as multas de trânsito mais comuns e como evitar recebê-las.

Excesso de velocidade

Esse é o tipo de multa mais cometida no país, os motoristas costumam trafegar acima da velocidade permitida na via e isso muitas vezes resulta em acidentes.

Para não receber essa penalização, procure conhecer a velocidade máxima permitida nas vias, procure sair mais cedo de casa para não precisar “correr” caso pegue trânsito ou outra situação e sempre fique atento à sinalização.

Avanço de sinal vermelho

Não parar na sinalização do sinal é um problema e resulta em multa, principalmente quando existe a fiscalização eletrônica. O resultado dessa infração pode ser uma colisão com um veículo que esteja cruzando a via.

A dica, nesse caso, é reduzir a velocidade ao se aproximar do semáforo e, se ele estiver amarelo, não tentar ultrapassar. É preferível esperá-lo abrir.

Falta do uso do cinto de segurança

O cinto é de uso obrigatório e a maioria dos motoristas utilizam, mas, podem acontecer casos do mesmo esquecer ao entrar no veículo.

A primeira coisa a fazer ao entrar no carro é colocar o cinto e pedir para todos os ocupantes fazerem o mesmo. Dessa forma, além de evitar uma das multas de trânsito mais comuns, protegerá vidas em caso de colisão.

Dirigir usando o celular

Usar o celular ao volante é proibido, mas há quem insista em fazer ligações e mandar mensagens, o que pode distrair a atenção e acabar em uma colisão.

Deixe o celular guardado ao entrar no carro e, se ele tiver o recurso de não chamar enquanto dirige, deixe-o ativo. Se for um caso de emergência e precisar usar o aparelho, é melhor encostar o carro e fazer isso com ele parado ou pedir para o passageiro usar.

Obrigado pela leitura!

foto
Os cinco modelos de motos mais econômicas de 2020
Anterior
foto
Veja os 10 melhores carros de até 30 mil reais para comprar
Próximo